25

Maio

Casa Dos Estudantes Do Império: histórias, memórias, legados.

O objectivo deste colóquio é contribuir para leituras da história da Casa dos Estudantes do Império (1944-1965) atentas ao mundo, às circulações e aos (des)encontros, capazes de desfazer preconceitos (mormente uma visão eurocêntrica da CEI), a ilusão do unanimismo (ausência de contradições e conflitos internos) e o mito da excepcionalidade da Casa no contexto internacional.

Trata-se de um coló­quio mul­ti­dis­ci­pli­nar que con­grega espe­ci­a­lis­tas das Ciên­cias Soci­ais e das Huma­ni­da­des, oriun­dos de ins­ti­tui­ções aca­dé­mi­cas de diver­sos paí­ses, inte­res­sa­dos em deba­ter, de forma crí­tica e plu­ral, as his­tó­rias, as memó­rias, as inte­ra­ções e os lega­dos da Casa dos Estu­dan­tes do Impé­rio. O desa­fio que se pro­põe é con­tex­tu­a­li­zar a Casa em várias esca­las de aná­lise e compreendê-la, enquanto rea­li­dade dinâ­mica e hete­ro­gé­nea, num qua­dro com­pa­ra­tivo internacional.



Repen­sar con­cei­tos: “Colo­nial”, Des­co­lo­ni­za­ção”, “Pós Colonial”

Maria Paula Mene­zes, CES-UC; Boa­ven­tura Sousa San­tos, CES-UC; Car­los Car­doso, CODES­RiA; Óscar Monteiro


Mesa Redonda — O lugar da his­tó­ria nos Estu­dos Afri­ca­nos. Balanço e Perspectivas

Clara Car­va­lho, CEi-iSCtE-iUL; Elísio Macamo, Uni­ver­si­dade de Basi­leia; Isa­bel de Cas­tro Hen­ri­ques, CESA-iSEG-UL

Inscrição prévia gratuita em www.uccla.pt

No final do colóquio será entregue um certificado de frequência aos participantes inscritos.

Registe-se aqui

Instituições organizadoras

CES – Centro de Estudos Sociais Laboratório Associado – Universidade de Coimbra, Instituto de Ciências Sociais, Universidade de Lisboa, UCCLA – União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa

Comissão organizadora

Aida Freudenthal, Ângela Coutinho, IPRI-UNL, Carlos Veiga Pereira, Cláudia Castelo, CIUHCT-UL, Fernando Tavares Pimenta, CESNOVA-UNL, Margarida Calafate Ribeiro, CES-UC, Maria Paula Meneses, CES-UC, Miguel Bandeira Jerónimo, ICS-UC, Rute Magalhães

Apoios

Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação para a Ciência e a Tecnologia – Ministério da Educação e Ciência, Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, Câmara Municipal de Lisboa